O que é conexão VPN?

VPN é um tipo de conexão segura, algo fundamental para qualquer empresa hoje em dia, afinal, a segurança é necessária e nunca é demais. Quanto mais segurança pudermos ter em nossas vidas, melhor.

Mesmo assim, não é raro ver ela ser negligenciada por pessoas e empresas por conta do acesso à internet. Os usuários circulam por sites e aplicativos todos os dias, e isso exige um pouco de proteção.

Entretanto, essa preocupação está muito longe das prioridades da maioria dos usuários, mas o mercado oferece diferentes opções para aumentar a segurança, e uma delas é a conexão VPN.

A internet é necessária para qualquer empresa, independentemente de seu porte ou segmento. Tanto é que, hoje em dia, para divulgar bem a marca, é fundamental investir em marketing digital.

Também não podemos nos esquecer do fato de que as compras pela internet também aumentam a cada dia e, em breve, será a principal modalidade de negociação. Mas se a web não for um ambiente seguro, alguns imprevistos podem acontecer.

Pensando nisso, neste artigo, vamos explicar o que é a conexão VPN, falar um pouco sobre sua importância e dar algumas dicas para tornar a conexão mais segura.

VPN: do que se trata?

VPN é uma sigla para Virtual Private Network, que em português significa “rede privada virtual”. Rede é uma tecnologia que estabelece a comunicação entre o computador do usuário e a internet, mas a conexão VPN não é padrão.

Por meio dela, a comunicação entre a máquina e a web acontece por meio de criptografia de dados, o que aumenta a segurança.

É como se ele criasse um túnel encriptado, por onde a máquina acessa a internet, assim que o provedor registra as atividades executadas, ou seja, a navegação é totalmente anônima e não rastreável.

Uma gráfica especializada em banner personalizado com foto utiliza esse tipo de conexão para proteger os dados e garantir uma navegação mais segura. Outras serventias desse tipo de rede são:

  • Alterar a localização do IP;
  • Acessar sites bloqueados;
  • Proteger a privacidade do usuário;
  • Aumentar a segurança do acesso à internet.

Também serve como recurso para proteger informações e dados, quando é necessário fazer uma comunicação entre pontos remotos e matriz de tecnologia.

Seu funcionamento é muito simples, pois se trata de uma construção de um tipo de túnel que conecta a máquina à internet. Todas as informações são transmitidas anonimamente e de maneira privada, sem correr riscos de invasões.

Quando o usuário visita um site, conectar-se ao provedor que informa o que deseja acessar em determinada plataforma.

O provedor é responsável por se comunicar com a internet e retorna todas as informações que o usuário deseja, portanto, a visualização de páginas ou até de aplicativos.

Por exemplo, ao acessar seu endereço comercial virtual, todas as atividades realizadas dentro da rede são rastreáveis e são registradas pelo provedor. É dessa forma que o site mapeia as informações e consegue extrair dados dos usuários.

Além de a comunicação ser rastreável, também acontece de maneira aberta e pode ser invadida, durante a transmissão de dados.

Por outro lado, se o acesso acontece por meio de uma rede VPN, o provedor só terá a informação de que o usuário está se conectando a um servidor remoto e que pode estar localizado em qualquer lugar do mundo.

A partir desse momento, todas as páginas visitadas pelo usuário estarão protegidas e os dados fornecidos serão preservados, por meio de criptografia e transmitidos por meio do caminho criado para isolar sua máquina e conexão contra invasões.

Importância da conexão VPN

Esse tipo de conexão é importante por conta das vantagens que traz, e elas envolvem desde a segurança cibernética até uma boa experiência de navegação para o usuário.

A ausência dessa opção pode ou não ser segura, dependendo da localização, das atividades realizadas e do nível de necessidade de segurança que o usuário possui.

Ocasionalmente, o vendedor de uma empresa de bateria de caminhão de 150 amperes pode precisar de uma conexão pública e não protegida, como ao acessar a internet em um café ou conectado pelo Wi-Fi.

Mas se ele fizer uso do VPN, pode se conectar tranquilamente, pois ele protege as conexões Wi-Fi.

Quem viaja muito a trabalho, principalmente no exterior, pode precisar acessar sites indisponíveis em seu país de origem ou que estejam bloqueados no país em questão.

Existem várias maneiras de desbloquear conteúdos restritos, porém, a VPN facilita esse processo e o torna muito mais rápido.

Vários países pelo mundo censuram e impedem o acesso livre à internet, seja por questões políticas ou religiosas. Entretanto, ao utilizar esse tipo de conexão, a censura deixa de existir, pois o usuário pode acessar qualquer tipo de conteúdo.

Logo, se você for para um país que tem esse tipo de censura, pode acessar sites brasileiros ou de qualquer outro lugar do mundo, sem nenhum tipo de empecilho.

Uma empresa de aluguel de andaimes e escadas também consegue evitar o rastreamento pelo ISP ou provedor de serviços, responsável por rastrear as atividades online e compartilhar essas informações com anunciantes e órgãos governamentais.

Embora as razões para captar informações sobre os usuários sejam, em sua maioria, idôneas, não deixa de ser uma invasão de privacidade.

Lembrando que o rastreamento do ISP também tem acesso às senhas e outros dados de mídias, como no caso das redes sociais, além de acompanharem a sua localização física.

Dicas para tornar a conexão mais segura

Se você utiliza esse tipo de conexão e quer aumentar sua segurança, assim como no caso de uma clínica de exame admissional de sangue, pode investir nas seguintes estratégias:

1 – Usar interruptor de bloqueio

Se a sua conexão VPN eventualmente falhar, como no caso de inatividade ou conexão perdida, o computador retornará imediatamente ao endereço de internet comum, fazendo com que o usuário esteja vulnerável.

O interruptor de bloqueio, também conhecido como kill Switch, garante que, se por um acaso a conexão VPN for desconectada, outras conexões com a internet sejam encerradas ou aplicativos que a utilizam.

Muitos aplicativos de VPN possuem um interruptor de bloqueio integrado, mas se este não for o seu caso, ele pode ser adicionado por meio de outros aplicativos.

2 – Evitar vazamento de DNS

DNS é uma sigla para Domain Net Server, um serviço que o computador utiliza para traduzir as URLs de um endereço IP.

Quando o usuário utiliza uma conexão VPN, usa automaticamente o DNS seguro, fornecido por esse tipo de serviço. Mas o computador pode ignorar esse fato e provocar o vazamento de DNS, que compromete a segurança.

Assim, uma empresa de laudo de vistoria de moto pode optar por uma conexão que oferece proteção contra vazamentos.

3 – Mudar o protocolo

Existem diferentes tipos de VPN e uma grande quantidade de protocolos, além disso, muitos provedores oferecem essa opção.

A escolha pode estar disponível no aplicativo de conexão, mas pode ser que seja apenas uma opção de configuração entre as ferramentas de VPN de terceiros.

Geralmente, as opções mais comuns são PPTP (protocolo de encapsulamento ponto a ponto), L2TP e OpenVPN.

Se o usuário estiver configurando sua conexão em um dispositivo móvel ou em um roteador, o PPTP e o L2TP costumam ser as melhores opções, tendo em vista que são muito mais simples de configurar.

Neste caso, um fabricante de agenda empresarial personalizada só precisa de um nome de servidor, usuário e senha. O PPTP utiliza criptografia um pouco mais baixa e o processo de conexão e autenticação pode ser interceptado, comprometendo os dados.

Entretanto, é o mais rápido entre todos os protocolos, justamente por possuir uma sobrecarga de criptografia menor.

Quanto ao L2TP, é mais seguro, embora adicione mais sobrecarga e seja a opção mais lenta entre todos os protocolos.

Mas quem procura a melhor solução, deve optar pelo OpenVPN, que é muito rápido, recupera-se de uma conexão perdida rapidamente, além de ser muito mais seguro.

Se a conexão VPN escolhida não oferecer o OpenVPN, talvez seja melhor optar por outro fornecedor.

4 – Ativar bloqueio de rede

Outra maneira de garantir uma conexão mais segura, caso o Wi-Fi seja interrompido, é ativar o bloqueio de rede.

Se um educandário escola perceber uma interferência de VPN, rapidamente o bloqueio de rede impede o acesso à internet, mantendo a proteção das informações enquanto a conexão se reconfigura.

Considerações finais

Ter acesso à internet é fundamental para qualquer tipo de empresa e para todas as pessoas, pois estamos falando do principal meio de comunicação dos dias atuais.

Mas ela pode ser um ambiente perigoso, principalmente para as organizações, por isso, ter uma conexão VPN é uma forma de acessar a internet de maneira segura e sem comprometer suas informações.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

tenable
isc2
kaspersky
security mentor
sophos
manageengine
F5 Networks

Últimas Notícias do Blog