A importância do TI nas pequenas empresas

A Tecnologia da Informação, mais conhecida como TI, é uma área que possui grande importância nos negócios, inclusive os de pequeno e médio porte, uma vez que automatiza ações internas e ainda produz, armazena, transmite e utiliza dados.

Aplicado em vários contextos organizacionais, o setor de TI é caracterizado pelo auxílio que dá ao usuário em determinados objetivos, no que diz respeito ao tratamento de informações, podendo ser divididas em áreas como:

  • Programação;
  • Banco de dados;
  • Segurança da informação;
  • Suporte técnico.

Por ser abrangente para todo o tipo de empreendimento, incluindo uma franquias para investir dinheiro, o TI está se tornando cada vez mais requisitado nas empresas por conta dos sistemas implantados, que facilitam a rotina interna.

A evolução do TI ao longo dos anos

O que pode ser considerado o princípio do TI é datado após a Segunda Guerra Mundial, no século XX, quando aparelhos eletrônicos começaram a ser desenvolvidos, sendo que o primeiro computador programável foi criado em 1946.

Diferentemente dos conhecidos atualmente, o computador chamado de ENIAC (Electronic Numerical Integrator and Computer) pesava quase trinta toneladas e ocupava um espaço de 180 metros quadrados.

Com a evolução das máquinas e do acesso facilitado à internet, a Tecnologia da Informação também foi se adaptando aos novos cenários dos quais surgiam. 

Por volta da década de 1970, a área do TI ganhou importância nas empresas de grande porte porque os computadores passaram a englobar a rede internet, alterando não somente o trabalho, mas também as relações dos empreendimentos com os clientes.

Com as fórmulas de comunicação sendo constantemente atualizadas, os profissionais de TI passaram a se adaptar junto à tecnologia, considerando que a necessidade de instalar softwares ou monitorá-los se transformou em algo ainda mais essencial.

A atuação do TI nas empresas

De modo a garantir uma maior segurança de dados, o TI pode auxiliar em estratégias de melhoria dos processos internos e das organizações com softwares específicos, mesmo em empreendimentos de pequeno ou médio porte.

Quando se possui um departamento de TI, uma empresa garante a proteção contra vírus, ataques de hackers ou vazamento de dados internos ou de clientes, além dos riscos do sistema travarem ou ocorrerem falhar serem menores por conta da monitoração.

O que acaba melhorando a qualidade do serviço da empresa, pois até mesmo o sistema do relógio de ponto digital com comprovante não vai apresentar erros, assim como os demais processos operacionais internos.

Processos que, por sua vez, são fundamentais e que não podem apresentar queda no sistema em boa parte dos empreendimentos, considerando que a tecnologia se tornou um dos pilares principais para a automação de tarefas e aumentar a vantagem competitiva.

Portanto, contar com o departamento de TI em uma empresa é essencial para trazer maior rapidez na realização de tarefas cotidianas, além de possibilitar mais segurança das informações digitais.

Os benefícios da Tecnologia da Informação

Uma empresa de consultoria contábil e jurídica pode contar com o TI como um departamento da instituição, estabelecendo o funcionamento da tecnologia em todas as suas etapas, funções e áreas.

O que também se torna um benefício ao que se refere na melhoria da comunicação de departamentos e a definição das metas ou andamento de atividades, uma vez que antes da automatização, uma série de processos eram feitos manualmente.

Além disso, uma empresa de pequeno porte certamente irá contar com hardwares ou softwares sempre atualizados.

Afinal, as máquinas que não recebem backups ou atualizações por falta de financiamento de contratações terceirizadas ou quando não possui um departamento próprio, ou mesmo de conhecimento, torna alto o risco de falhas e a geração de prejuízos internos.

Ou seja, se uma pequena empresa de impressão de adesivo transparente não contar com o departamento de TI, a atualização de alguns processos se tornam lentos e levam a atrasos em pedidos, processamentos de impressão e o controle de estoque de materiais.

O backup, a cópia de segurança de dados em outros lugares, é um procedimento importante quando se trabalha com dados que são atualizados a todo momento e que não podem ser perdidos.

Tal como dados de clientes, planilhas, futuros projetos, recursos, dados de funcionários e tudo aquilo que possa ser considerado fundamental para o andamento de uma clínica médica integrada.

Ao contar com uma equipe de TI, as chances de processamentos de armazenamento preventivos contra alguns empecilhos, como no caso do backup, se tornam nulos de acontecer, porque a regularidade do funcionamento vai estar em perfeitas condições.

A segurança que o TI ainda proporciona proteção de ataques virtuais, pois a equipe responsável saberá o que utilizar para proteger os dados.

Do mesmo modo em que é possível ter um controle da segurança de sistema entre os programas utilizados pelos funcionários, o TI também colabora para a segurança do estabelecimento físico com as câmeras de segurança.

Por ser um processo que possibilita o acesso online e haver conectividade em determinados setores produtivos, é essencial que as conexões relacionadas a rede também funcionem corretamente durante 24 horas por dia e de forma rápida.

Afinal, a lentidão dos sistemas pode gerar dores de cabeça para quem precisa dos serviços do empreendimento, que podem resultar em impactos negativos em tarefas digitais, como a transmissão de uma aula de gestante online com certificado de uma instituição.

Os técnicos de TI de uma empresa devem ser profissionais preparados para lidar com os tipos de programações que são mais utilizadas, entendê-las melhor e saber o que fazer quando ocorrer algum contratempo.

Em pequenos negócios, a Tecnologia da Informação deve ser vista como uma vantagem mercadológica em relação à concorrência, pois os produtos podem ser feitos em um menor tempo, porém, ainda mantendo a qualidade do serviço.

Incluindo algumas estratégias de marketing, como a instalação e manutenção de softwares ou ferramentas como o CRM, que garante o estabelecimento de um melhor relacionamento com o cliente.

Inclusive, não somente as plataformas que ajudam a empresa, mas com uma equipe de TI também é possível realizar o monitoramento de mais de um mídia social, inteligência artificial para canais de atendimento e lojas online possam funcionar durante todo o tempo.

Áreas que um profissional trabalha no TI

Quando se trata de tecnologia, atualmente existem diversas áreas de atuação de profissionais de TI, principalmente por ser uma área abrangente e que ganha cada vez mais notoriedade nas empresas.

Um profissional de TI pode trabalhar com a infraestrutura e os equipamentos de uma organização, mantendo o seu constante funcionamento, como softwares e sistemas similares a um bloqueador veicular.

Esses profissionais que lidam com sistemas e banco de dados devem certificar-se de que tudo esteja funcionando com qualidade e promovendo segurança, principalmente porque devem lidar com informações confidenciais, na maioria dos casos. 

Além disso, os profissionais de TI que estão ligados à segurança da informação devem se manter dispostos a solucionar ameaças digitais, como vírus e ataques de hackers.

Já os que se especializam em administração de redes, realizam a instalação e configuram o necessário para que a conexão funcione em equipamentos que garantem a produtividade dos colaboradores.

Assim como os que são especialistas em programação que trabalham com códigos, existem os profissionais responsáveis pelo cloud computing.

A realização dessa tarefa consiste no uso de benefícios proporcionados pela computação em nuvem, algo bastante utilizado no que se refere ao armazenamento e gerenciamento de dados, para atender as necessidades da empresa.

O TI e o trabalho remoto

Durante a pandemia da COVID-19 que fez com que a população se isolasse para cumprir as medidas sanitárias ditadas pelos especialistas em saúde, simples processos que antes eram feitos presencialmente, como a cnh especial para moto, passaram a ser feitos online.

Antes mesmo desse período, alguns pequenos e médios empreendimentos já eram gerenciados de forma remota, no que é conhecido popularmente como home office.

Nestes casos, o TI se tornou importante não somente para que o modelo de trabalho funcionasse, como também houvesse a redução de gastos que ocorrem com a quantidade de equipamentos utilizados nesses processos, em comparação ao modo presencial. 

Considerações finais

Para uma empresa de pequeno, médio ou grande porte que possui um responsável ou setor de TI pode fazer com que muitos processos funcionem de uma maneira mais fluida e segura, tanto para os colaboradores, quanto para os seus clientes.

Isso porque os especialistas em Tecnologia da Informação possuem um maior conhecimento no que está relacionado às modernidades de softwares ou de procedimentos que, embora pareçam simples, se não forem bem monitorados, podem trazer problemas.

Isso abrange diversas áreas, que vão desde a segurança até a programação e monitoramento dos dados armazenados em nuvem. Inclusive, a tendência do crescimento do TI junto à tecnologia é ainda maior nos próximos anos.

Sendo um investimento seguro, a área de TI de uma empresa auxilia no bom relacionamento, no que se refere aos clientes, bem como nos demais setores, posto que a segurança é garantida.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

sophos
manageengine
kaspersky
tenable
security mentor
isc2
F5 Networks

Últimas Notícias do Blog